Menu

Notícias

ZPE do MA tem refinaria americana aguardando autorização para investir US$ 1 bilhão

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (Sedepe) anunciou que já concluiu todas as etapas necessárias à implantação da Zona de Processamento de Exportação do Maranhão.

Pedro Rocha Neto, superintendente de Planejamento da Sedepe (Foto: Divulgação)

A expectativa é de que sejam investidos entre 15 a 20 bilhões de reais, nos próximos cinco anos, na primeira ZPE do Maranhão, induzindo a geração de 20 a 30 mil empregos, dinamizando a economia e potencializando a atração de investimentos para o Estado.

O superintendente de Planejamento de Desenvolvimento da Sedepe, Pedro Rocha Neto, tem feito exposições à classe empresarial sobre o projeto, visando atender às expectativas de investidores.

Rocha atuou na primeira iniciativa de criação de uma ZPE para o estado quando foi secretário de Indústria e Comércio e conheceu diversas experiências de comércio internacional, na , Tailândia e Hong Kong, ainda na década de 90.

A ZPE maranhense ficará em localização estratégica, em uma área de confluência de duas importantes ferrovias, uma rodovia federal duplicada e a poucos quilômetros do complexo portuário de São Luís. Ou seja, possui conexões rodoviárias, ferroviárias, portuária e aeroportuária.

Entre os segmentos que podem usufruir da área de livre comércio estão os de empresas de derivados de petróleo e biocombustíveis, siderurgia e metalurgia, produtos de minerais nãometálicos, agroindústria alimentar, indústrias de papel e celulose, indústrias de alta tecnologia, energias renováveis e outros setores da Indústria de transformação.

A Sedepe afirmou que possui um dossiê completo sobre o projeto, além de estudos profundos de impacto econômico. A pasta garantiu que já cumpriu todas as etapas da iniciativa, que será instalada em um terreno no município de Bacabeira (MA), com área de 20 milhões 988 mil, 347 e 96m2, 8 milhões de metros quadrados de área locável, heliporto, refeitório e ferrovia com ramal de acesso ao local.

Para a empresária Guga Fernandes, representante da Oil Group, refinaria norte-americana, a expectativa é de que a ZPE-MA seja consolidada como polo logístico e industrial exportador de referência na América do Sul.

Fernandes disse que a refinaria, primeira empresa a assegurar presença na área, tem assegurado investimento da ordem de 1 bilhão de dólares, ao longo das fases de implantação, e afirmou que já conta com Memorandos de Entendimento assinados para garantias de crédito junto às Agências de Crédito à Exportação (ECAs) europeias e asiáticas.

“São investimentos que aguardam apenas a conclusão da implantação da área de livre comércio. A documentação completa já foi enviada ao Ministério da Economia e aguarda apenas autorização do Governo Federal para o início das operações”, frisou.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.