Vendas da Hermès disparam e preço das ações sobe 5%

As vendas da Hermès dispararam 17,5% no final do ano passado, num cenário de desaceleração na demanda por bens de luxo, segundo informou a Bloomberg.

Analistas esperavam um ganho de 14% para a fabricante da icônica bolsa Birkin. A empresa anunciou projeções de de um dividendo de 10 euros por ação.

Claro que isso refletiu no mercado financeiro. As ações subiam quase 5% nas primeiras horas da Bolsa de Paris, superando as concorrentes LVMH e Kering.

De acordo com a Bloomberg, apesar da queda da demanda por produtos de luxo depois do boom pós-pandemia, a marca ainda atrai compradores atraídos por suas bolsas e lenços de seda. Todas as divisões da empresa cresceram pelo menos 10%.

Em conferência a jornalista, o CEO da empresa, Axel Dumas, disse que a empresa planeja aumentar os preços de seus produtos na faixa de 8% a 9% neste ano.

O lucro operacional recorrente para o ano aumento para US$ 6,1 bilhões, superando as estimativas.

Vale registrar que o crescimento trimestral foi mais forte no Japão e nas Américas.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.