Veja como está o cachorro deixado em abrigo para evitar maus-tratos

A história do menino que deixou seu cachorro em um abrigo para salvar o animal das agressões do próprio pai comoveu a internet. Embora o caso tenha acontecido em março de 2020, ele foi visto recentemente enviando cartas para o “aumigo”, além de dinheiro para a comida.

O abrigo Pergatuzoo, localizado na cidade de Nicolás Romero, no México, ficou com a missão de cuidar do cachorro. O garoto deixou o pet na ONG com um bilhete assinado e escrito por ele mesmo. “Deixo o Simon, é o meu cachorro. Não quero que meu pai bata nele, ele chora muito porque não tem comida”.

Foto colorida de um cachorro e uma carta - Metrópoles

Na mensagem, o pequeno ainda disse que deixou dinheiro para comprar a ração do animal. Para finalizar, ele afirmou que não era para doar o cachorro, já que ele iria voltar para buscá-lo quando completasse 18 anos.

Desfecho

Diante disso, o abrigo assumiu a tarefa de encontrar o pequeno tutor do cão e dono da carta. Assim que acharam, os funcionários descobriram que o animal tinha um problema genético no quadril desde o nascimento, o que o fazia sentir muitas dores. Por isso, ele costumava chorar quando o tocavam.

Depois de explicar a situação para a criança e ficar claro que não se tratava de maus-tratos aos animais, o garoto escreveu outra carta para o abrigo, dizendo que sentia falta do companheiro de quatro patas. Na época, ele também deixou três pesos para as tortilhas. As informações são do jornal mexicano UNO TV.

Foto colorida de um cachorro de pelagem branca - Metrópoles
Simon

Saudável e seguro

Simón deixou de ser um cachorrinho e se tornou um cão magnífico, graças ao abrigo que o mantém seguro e saudável. Em 2022, o menino, na época com 11 anos, visitava o pet a cada quinze dias e sempre que podia, deixava de cinco a 20 pesos para a comida (veja a postagem aqui).

A ONG continua sendo responsável pelos cuidados com o animal. Simon, por sua vez, está bem e ainda recebe visitas e bilhetes do pequeno tutor.

source

No tags for this post.

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.