Stylist do DF, Santana Louis não tem medo de fugir da norma

A busca por um “lugar ao sol” na moda não é um dos processos mais fácies, principalmente se o seu corpo não for considerado a “norma”. Revertendo todas as adversidades, Santana Louis tem conquistado o próprio espaço com talento e dedicação. Goiana, mas radicada em Brasília, a jovem encontrou na ballroom um acolhimento para potencializar as experiências pessoais e profissionais. A artista se divide entre os trabalhos de stylist e dançarina, que define como um só.

Vem conhecer!

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
Aos 22 anos, Santana Louis é um dos nomes em ascensão na cena artística brasiliense

 

Há cerca de seis anos, Santana Louis embarcou em uma viagem de grandes transformações. Ao chegar na capital do Brasil, com o principal objetivo de estudar, construiu laços que a fizeram ser quem é atualmente. “Comecei a fazer peças, inicialmente, para mim e amigas próximas. Aos poucos, passei a ser contratada para trabalhos na área de styling”, relembra, em entrevista à coluna.

Aos 22 anos, a artista explica como a cena ballroom brasiliense a impactou em diferentes formas. “Para mim, era tudo uma fantasia, algo mágico, mas aí descobri que era muito sobre família e trabalho. É um lugar em que entendi mais sobre gênero e racialidade”.

Foi a partir da convivência com pessoas LGBTQIAP+ e negras que Santana Louis conheceu uma nova paixão: a dança. Sem conseguir distinguir um do outro, a artista tem fomentado um espaço de destaque para além de Brasília.

No currículo, acumula experiências de styling para nomes emergentes da cena cultural, por exemplo as Margaridas e as Irmãs de Pau, além de trabalhar como coreógrafa e bailarina do cantor Totô de Babalong. “Quando estou no palco, percebo que ali está a minha melhor versão. Consigo unir todos os elementos em um único momento, me sinto completa”, compartilha.

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
Em Brasília, Santana tem trabalhado com nomes emergentes, como Margaridas

 

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
Ela é goiana, mas mora no Distrito Federal há 6 anos

 

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
O trabalho consiste em criar peças surpreendentes com pouco

 

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
A stylist e dançarina não tem receio de quebrar barreiras

Sonho transformador

Para conseguir dar continuidade ao sonho de trabalhar com moda, Santana Louis divide o tempo como subgerente em uma loja da Youcom. Ela reflete as dificuldades enfrentadas por ser uma travesti negra em uma área elitista e preconceituosa.

“Mesmo não conseguindo acessar tantos os espaços, a gente consegue utilizar da inteligência e ‘tecnologia' travesti para transformar uma simples amarração em algo transformador e único”, avalia.

Apesar dos desafios do dia a dia, Santana Louis enxerga com força as experiências que a trouxeram até aqui. “Eu acabo defendendo que ser fora do padrão é viver o que a gente quer. É muito sobre a liberdade de poder externalizar o que vem dentro da minha cabeça”, finaliza.

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
A cultura ballroom é uma das principais influências nas criações de Santana

 

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
Santana Louis também é coreógrafa

 

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
Com as Margaridas, a profissional tem conquistado cada vez mais relevância

 

Na imagem com cor, mulher negra de cabelo cacheado - Metrópoles
A partir da falta, cria looks impecáveis

Brasília Fora dos Padrões

coluna deu início ao quadro Brasília Fora dos Padrões, como uma extensão da série Moda Brasília. Toda semana, apresentamos pessoas que se destacam pelo estilo próprio, a fim de dar ênfase à moda no Distrito Federal, no Centro-Oeste.

O objetivo é compilar fashionistas que usam o vestuário como uma forma de autoexpressão e autenticidade. Os nomes são selecionados de forma independente pela equipe da coluna. A iniciativa também aborda pautas com temas para além do segmento fashion, como música, entretenimento e arte.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.