Sony Music anuncia EP do projeto Crias da Música com artistas independentes das comunidades do Rio de Janeiro

Artistas expressam a realidade das comunidades cariocas em composições inéditas.

As comunidades cariocas seguem sendo retratadas através da arte de seus jovens. Os artistas do projeto Crias da Música, da Sony Music Brasil, estão prestes a lançar seu primeiro EP. A partir do dia 9 de junho, o público poderá escutar, pela primeira vez, as músicas criadas e interpretadas pelos jovens que fizeram parte da primeira edição do programa que capacita e insere novos talentos de comunidades cariocas no mercado da música.

Com faixas que retratam a realidade dos artistas, o EP levará para as plataformas de streaming “Pique de Favela”, “Gatilho”, “Tiros pro alto” “Crias da rua” e o manifesto “Visão de Vida, Visão de Crias da Música”. O EP aponta os holofotes para o debate de questões sociais importantes, com mensagens sobre o cotidiano das pessoas que vivem em áreas que merecem maior atenção da sociedade. Justiça, desigualdade, antirracismo e a busca por oportunidades são alguns dos temas que permeiam as letras que compartilham com o ouvinte situações de vida através da arte mais popular, a música.

Divulgação

Carlos do Complexo, diretor musical do EP, fala sobre a importância de se produzir um material que mostre a periferia sem estigmas, com toda a sua potencialidade criativa: “Fazer esse projeto me fez lembrar de todo o início da minha carreira e me aproximou de outras personalidades musicais. Está sendo importante produzir o projeto em parceria Detona Dj Swag. Eles somaram no início da produção do projeto e idealizaram o contexto e a forma das músicas. Eu cheguei depois para organizar as ideias, ouvir os artistas e fazer essa ponte entre produtores e artistas. Estou muito satisfeito com resultado que está incrível”.

Antes do lançamento oficial do EP, o público poderá ver trechos dos cinco videoclipes inéditos nas plataformas digitais do Filtr Music. Os clipes foram gravados na comunidade de Manguinhos e tiveram como premissa mostrar como é viver na periferia. Ainda, uma versão instrumental de “Pique de Favela” estará disponível exclusivamente no canal Filtr Music no Youtube.

“Um símbolo que representa a amplitude das nossas visões são os óculos usados pelos artistas nas fotos de divulgação e manifesto. Em um momento em que as nossas angústias, medos e problemas tornam o nosso sem cor, precisamos sempre de estímulos para enxergarmos o nosso ambiente com beleza. Os óculos representam uma ajuda, uma palavra de carinho, um conselho para enxergarmos os nossos talentos em um outro prisma, diz um dos diretores criativos do clipe, Pedro Bonn.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.