Registrato contabiliza 21,5 milhões de relatórios emitidos em 2023

No ano passado, os cidadãos brasileiros emitiram 21,5 milhões de relatórios no Registrato, um expressivo aumento de 64% ante os 13,1 milhões de relatórios de 2022. Em 2020, esse número era de apenas 3 milhões. A procura pode ser atribuída à maior preocupação das pessoas com fraudes e golpes como também à reformulação dos relatórios, que tornou a linguagem mais simples e acessível para o público.

São cinco os relatórios do Registrato: Chaves Pix, Empréstimos e Financiamentos (SCR), Contas e Relacionamentos em Bancos (CCS), Câmbio e Transferências Internacionais e Cheques Sem Fundos. O Relatório de Empréstimos e Financiamentos foi o serviço mais procurado dentro do Registrato, com uma média de 700 mil documentos emitidos por mês em 2023. Em dezembro, esse relatório foi unificado, pois antes havia uma versão resumida e outra detalhada.

De acordo com João Paulo Borges, Chefe de Subunidade no Departamento de Atendimento Institucional (Deati), com a adoção de linguagem simples nos relatórios, os cidadãos têm procurado menos os canais do BC para tirar dúvidas sobre o conteúdo dos documentos.
Além disso, o Sistema de Valores a Receber (SVR) colocou o BC “na boca do povo”, segundo João Paulo, o que gerou um efeito indireto no Registrato, “porque alguns usuários confundiram as duas ferramentas na reabertura do SVR em fevereiro de 2023 ou porque passaram a conhecer o Registrato após acessar o site do BC em busca do Valores a Receber”.

O que vem por aíO BC vem trabalhando em duas novidades no Registrato: redesenho da jornada do usuário, inclusive para melhorias de acessibilidade; e notificação dos usuários nos casos de abertura e encerramento de conta em instituições autorizadas pelo BC, esta em parceria com a Secretaria de Governo  do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI).

Importante

O BC recomenda que a consulta ao Registrato, o seu sistema mais acessado, seja realizada frequentemente. Cada relatório tem um prazo de atualização diferente, normalmente mensal. Para consultar as informações em tempo real, procure o banco, instituição ou órgão que incluiu o dado no relatório, uma vez que as informações apresentadas são de inteira responsabilidade dessas instituições. Caso encontre algum erro ou omissão no relatório, o usuário deve entrar em contato diretamente com a instituição financeira a que se refere o dado equivocado e solicitar o ajuste.

Acesse o Registrato com conta gov.br, nível prata ou ouro.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.