Projeto de Lei que reconhece as Batalhas de Rima como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Paraná é aprovado

Batalhas de Rima venceram primeira de três votações pelo reconhecimento como Patrimônio Cultural Imaterial do Paraná.

Conforme informado pela deputada estadual Ana Júlia Ribeiro em seu perfil no Instagram, foi aprovado na tarde desta segunda-feira (22), em primeiro turno de votação, o projeto que institui Batalhas de Rima como Patrimônio Cultural Imaterial do Paraná, regulamentando e valorizando a popular de periferia que acontece diariamente no estado.

O projeto foi construído coletivamente por quem movimenta a cultura e faz as batalhas acontecerem, fruto do trabalho e esforço de muitas pessoas apaixonadas pelo hip-hop, intensificando formalmente o impacto do movimento no Paraná, que conta com aproximadamente 50 mil pessoas participando do meio, mudando as suas vidas e também das comunidades locais.

batalhas de rima
Foto: Amanda Alice

“As batalhas de rima, hoje, impactam mais de 50 mil jovens paranaenses, e é um projeto construído a muitas mãos, por todas essas pessoas que estão aqui em cima hoje, que fazem da cultura hip-hop e das batalhas de rima um instrumento que salva vidas através da cultura, através da arte, através da expressão genuína de todos esses jovens”, discursou Ana Júlia durante a cerimônia.

Apesar da importância e relevância que mantém na cultura, as batalhas seguem enfrentando repressão policial ostensiva e constante, além ainda da dificuldade de acesso aos espaços públicos. Reconhecer a prática como um patrimônio cultural imaterial é de extremo valor, visto que garante o respeito público e que as autoridades incentivem e protejam o movimento.

Confira as publicações abaixo:

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.