“Por que não falam a verdade?”, rebate presidente dos Rodoviários após fala de Eduardo Braide

“Por que não falam a verdade? Por que que não vem tratar as coisas com seriedade?”, rebateu o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do (STTREMA), Marcelo Brito, após posicionamento do prefeito Eduardo Braide (PDS) sobre a greve dos rodoviários. 

Na noite desta segunda-feira (05), por meio das redes sociais, Eduardo Braide anunciou que o município vai arcar com o pagamento do percentual negociado entre rodoviários e empresas. No entanto, Marcelo Brito afirma que até o momento não foi apresentada nenhuma proposta à categoria. 

“Nós estamos esperando dia e noite para sermos chamados para escutar (a proposta) esse percentual e para podermos apresentar para a categoria. Mas, até agora não chegou nenhum percentual para nós”, disse Marcelo.

Segundo ele, durante a reunião de medição o SET não apresentou uma nova proposta.

Ainda na tarde desta segunda, atendendo em parte o pedido do Sindicato das Empresas de Transporte (SET) , a Justiça decidiu suspender a greve dos rodoviários e determinou que fosse mantida pelo menos 50% da frota de ônibus em circulação. Sob multa diária de R$30 mil caso o Sindicato dos Rodoviários descumpra a decisão.

Porém, Marcelo Brito alega que ainda não recebeu a liminar da Justiça e, por conta disso, o Sindicato vai manter a paralisação em 100% da frota do transporte público.

“Sobre a liminar. Eu ainda não fui notificado. Assim que eu receber entrarei em diálogo com a categoria, pois uma liminar tem que ser cumprida. Mas lembra que sou apenas um e a categoria são mais de 5 mil trabalhadores. É muito difícil colocar na cabeça deles que tem que respeitar a liminar”, ressaltou Marcelo.

Na tarde desta terça-feira (6), está marcada para às 14h, uma nova rodada de mediação entre o SET e o Rodoviários para discutir a Convenção Coletiva de Trabalho de 2024 e possibilitar o encerramento da greve dos rodoviários.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.