PM que matou jovem no interior do Maranhão é indiciada por homicídio qualificado

Sabrinna Silva é investigada pela morte de Marcus Vinícius (Foto: Divulgação)

Acusada de matar o jovem Marcos Vinicius, de 20 anos, a policial militar Sabrinna Silva foi indiciada por homicídio qualificado por impossibilidade de resistência da vítima. O crime ocorreu no dia 25 de fevereiro deste ano, no município de Governador Edison Lobão, distante 490 km de São Luís.

A Polícia Civil do concluiu o inquérito que investiga a policial. Sabrinna Silva acertou um tiro nas costas da vítima, durante uma perseguição policial, após Marcos Vinícius ignorar uma abordagem.

Agora, o inquérito foi encaminhado para o Ministério Público do Maranhão, que analisará se denuncia ou não a policial à Justiça.

O MP-MA pediu a prorrogação da prisão temporária da PM por mais 30 dias, e aguardará o laudo da reprodução simulada para que o caso seja levado ao judiciário.

A defesa da policial discordou da prisão, visto que ela se apresentou de forma espontânea, mas ressatou que confia na justiça.

Reconstituição

No último dia 21 de março, investigadores da Policia Civil realizaram, no município de Governador Edison, a reconstituição do momento em que o jovem Marcos Vinicius foi morto pela Policia Militar Sabrinna Silva.

Todo o quarteirão foi isolado para que ocorresse a reconstituição. Por imagens aéreas divulgadas, foi possível observar a cabo da PM, vestida de preto e usando máscara, ao lado de peritos e dos investigadores. Na ocasião, ela apontava sua versão do que ocorreu no final da tarde do dia 25 de fevereiro.

O caso ocorreu durante uma operação de perturbação do sossego, e Marcos Vinicius, que estava em uma motocicleta praticando manobras conhecidas como “grau”, teria desobedecido a ordem de parada dos policiais. A infração resultou em perseguição, e o jovem acabou baleado.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.