Planet Hemp revela qual seu principal intuito social após conflito com prefeito de Criciúma

O Planet Hemp afirmou que o principal intuito social da banda é “provocar”.

Na última semana, o Planet Hemp esteve envolvido num conflito com Clésio Salvaro, prefeito de Criciúma, cidade em que a banda tinha show marcado em espaço público durante o evento e competição de skate STU (Skate Total Urbe).

Através de um vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito repudiou a apresentação do grupo formado por Marcelo D2, Formigão, BNegão, Pedro Garcia e Nobru devido a suposta apologia às drogas, crimes e conteúdos sexuais nas músicas.

Portanto, Clésio afirmou que caso acontecesse a performance com os assuntos citados, o profissional da empresa responsável pela energia elétrica do local identificado como Gilberto estaria autorizado a cortar a luz com um alicate.

Foto: Reprodução/Instagram

Diante disso, o STU alterou o espaço em que o show ocorreria para um ambiente privado. A apresentação ocorreu e o Planet chegou a ironizar a situação na abertura, com D2 gritando “não, Gilberto! Não!” e imagens do trabalhador sendo exibidas no telão do palco.

Em meio a repercussão, a banda fez uma postagem ressaltando o seu principal intuito social. “Uma das missões nesse enquanto Planet Hemp é provocar. Provocar a mudança de estado de pensamento, provocar o status quo, provocar o senso comum”, declarou o grupo.

“Provocar até mesmo o Gilberto a subir no palco e apagar a luz do show só de gastação”, acrescentou.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.