Petrobras diz que não atua para comprar fatia na Vibra

A Petrobras divulgou comunicado a investidores no fim da tarde desta sexta-feira (26/5) afirmando que são “inverídicas” as notícias de que a petroleira estaria tentando comprar uma fatia na Vibra Energia.

O tema ganhou força nos últimos dias. Os rumores são de que a Petrobras estaria estudando uma ação coordenada com a Previ, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil.

A Vibra foi originada da antiga BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras até 2019 e privatizada em meio ao plano de desinvestimentos da empresa nos governos anteriores.

Em comunicado, a Petrobras afirmou que, “em relação às notícias veiculadas na mídia, informa que não está participando de qualquer ação coordenada com a Previ ou outra instituição com o objetivo de adquirir as ações de emissão da empresa Vibra Energia”.

A plataforma de informações de mercado TC Scoop publicou na véspera que o governo teria pedido à Petrobras e à Previ que estudassem a possibilidade de adquirir ações da Vibra. A disse serem “inverídicas as matérias acerca do assunto”.

Ações da Vibra subiram com rumor sobre Petrobras

O rumor ganha mais força diante dos debates no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre uma reestatização da Eletrobras, privatizada no ano passado. A leitura nos mercados é de que é plausível que haja um desejo de que a Vibra vá pelo mesmo caminho.

Com os rumores de uma recompra pela Petrobras, as ações da Vibra subiram mais de 30% no último mês. Em relatório, o Bradesco BBI afirmou que o movimento pode significar que o mercado está se posicionando, caso o negócio ocorra.

Analistas do banco destacaram que uma recompra tenderia a gerar ganhos aos atuais acionistas da Vibra. O estatuto da companhia possui o chamado poison pill, de modo que um investidor que chegue a 25% do capital tenha de fazer uma oferta por toda a empresa. A oferta tem de ser feita na cotação mais alta dos últimos 18 meses, mais um prêmio de 15%.

Tal cenário poderia ser o caso da Petrobras, o que embasou a alta no papel da Vibra no mês. A estatal, no entanto, afirma que qualquer fato relevante será comunicado ao mercado e que “reforça o seu compromisso com a ampla transparência”.

Leia na íntegra o comunicado da Petrobras sobre a Vibra

“A Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras, em relação às notícias veiculadas na mídia, informa que não está participando de qualquer ação coordenada com a Previ ou outra instituição com o objetivo de adquirir as ações de emissão da empresa Vibra Energia e que são inverídicas as matérias acerca do assunto.

A Petrobras esclarece que eventuais ações em relação à aquisição de participação em qualquer empresa exigem análise cuidadosa sob a perspectiva de gestão de portfólio e devem ser conduzidas com observância das práticas de governança e os procedimentos internos aplicáveis. A Companhia reforça o seu compromisso com a ampla transparência dos processos de gestão de seu portfólio e que fatos relevantes serão tempestivamente divulgados ao mercado.”

 

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.