Os cinco bilionários mais jovens do Brasil pertencem todos à mesma empresa; saiba qual

Os cinco bilionários mais jovens do Brasil são todos herdeiros da mesma empresa. Livia Voigt, Dora Voigt de Assis, Eduardo Voigt Schwartz, Mariana Voigt Schwartz Gomes e Anne Werninghaus são herdeiros da gigante indústria catarinense WEG, de motores.

Livia Voigt, aliás, é a bilionária mais jovem do mundo. Com 19 anos, ela tem uma fortuna de 1,1 bilhão de dólares (cerca de 5,5 bilhões de reais), a catarinense possui 3,1% da empresa, fundada em 1961 em Santa Catarina.

Junto com a irmã, Dora Voigt de Assis, de 26 anos, estão entre as 18 herdeiras do grupo por causa do avô, Werner Ricardo Voigt, bilionário que fundou a companhia. Ele faleceu em 2016.

A herdeira cursa psicologia e terá 19 anos até julho.

Na segunda posição entre os jovens mais ricos do mundo está Clemente Del Vecchio, que faz 19 anos em abril, um dos seis filhos de Leonardo Del Vecchio, executivo que faleceu em meados do ano passado.  O empresário fundou a italiana Luxottica, hoje conhecida EssilorLuxottica, após a fusão com a francesa Essilor em 2018. A companhia, dona de marcas como Ray-Ban e Oakley, é a maior empresa de óculos do mundo.

Quer dicas para decolar o seu negócio? Receba informações exclusivas de empreendedorismo diretamente no seu WhatsApp. Participe já do canal EXAME Empreenda

Qual é a fortuna dos jovens brasileiros mais ricos do mundo

Dora Voigt, assim como a irmã mais nova, também tem uma fatura de 1,1 bilhão de dólares, cerca de 5,5 bilhões de reais. 

Outro bilionário com patrimônio originado na WEG é Eduardo Voigt Schwartz, filho de Miriam Schwartz Voigt. Ele tem 34 anos e conta com um patrimônio de 1,3 bilhão de dólares, cerca de 6 bilhões de reais. Na quarta posição está sua irmã, Mariana Voigt Schwartz Gomes, com a mesma fortuna.

No quinto lugar está Anne Werninghaus. Ela é a maior acionista individual da WEG, com um patrimônio de 1,2 bilhão de reais.

Anne é neta de Geraldo Werninghaus, um dos três fundadores da WEG. A empresa foi criada por Geraldo em sociedade com Werner Ricardo Voigt e Eggon João da Silva.

WEG tem 29 pessoas na lista de bilionários

Com 29 membros na lista de brasileiros bilionários, a catarinense WEG é a empresa com mais acionistas no ranking. Com a companhia, Santa Catarina soma um total de 35 bilionários e bilionárias, atrás apenas de São Paulo, que tem 111. De acordo com a Forbes, os descendentes dos fundadores da WEG têm, juntos, um patrimônio de R$ 85,53 bilhões.

Com um faturamento de R$ 29,9 bilhões em 2022 — 21 anos após conquistar o primeiro bilhão —, a multinacional e fabricante de equipamentos eletroeletrônicos conta com 39 mil colaboradores e mais de 4.300 engenheiros. Além disso, possui em seu portfólio mais de 1.500 linhas de produtos.

A história da WEG começa em 1961, ano em que foi fundada por três sócios — Werner Ricardo Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus — em Jaraguá do Sul (SC), com um capital inicial de Cr$ 3.600,00 (três mil e seiscentos cruzeiros). O nome WEG une as iniciais do primeiro nome de cada um dos sócios. São os descendentes deles, como Anne Werninghaus, que integram hoje a lista da Forbes.

Qual é a história da WEG

Em 1976, em parceria com a Motores Jara, abriu um escritório na Alemanha. Esse era só o primeiro passo. Hoje, a WEG está presente em países como , Índia, África do Sul, Estados Unidos e Colômbia.

Ao longo de sua história, a multinacional adquiriu também outras empresas, como a Instrutech, que fabrica produtos e sistemas de automação industrial e comercial e de segurança; a fábrica de tintas Pulverlux, da Argentina; o distribuidor Fournais A/S, na Dinamarca; e o Watt Drive Antriebstechnik GmbH, companhia austríaca especializada no desenvolvimento e fabricação de redutores, motorredutores, inversores de frequência e sistemas de acionamento.

Atualmente, já são mais de um bilhão de produtos de automação fabricados e 123 mil em margem de valor agregado (MVA) em geradores. Além disso, possui mais de 19 milhões de motores e 6 mil MVA em transformadores produzidos anualmente. Por mês, são produzidos 1,7 milhão de litros de tintas e 2.300 toneladas de tintas em pó.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.