Operadora de telefonia americana alerta para vazamento de 73 milhões de contas na dark web

A operadora de telecomunicações americana AT&T informou este sábado, 30, que dados pessoais de 7,6 milhões de usuários atuais e mais 65,4 milhões de clientes antigos foram vazados na dark web, como é conhecida a parte da internet que requer softwares específicos para acessar e cujos sites garantem o anonimato dos usuários, incluindo sua localização.

Os dados, vazados há duas semanas, incluem informações pessoais como números da Seguridade Social, principal registro civil oficial de base nacional nos EUA, e parecem ser de 2019 para cá, informou um comunicado da AT&T.

Segundo a companhia, a fonte dos dados ainda está sob investigação. Ainda não está esclarecido se saíram da própria AT&T ou de algum fornecedor.

Sem impacto na operação por enquanto

A operadora informou que não há ainda evidencia de algum acesso não autorizado a seus sistemas. Até este sábado, o vazamento não teve efeitos na operação da companhia. Após o vazamento, a empresa reiniciou milhões de senhas de acesso de seus clientes.

“A companhia está proativamente se comunicando com aqueles impactados e oferecerá monitoramento de crédito a suas custas nos casos aplicáveis”, diz o comunicado da AT&T.

A AT&T é a terceira maior operadora móvel de telecomunicações nos EUA, atrás da Verizon e da T-Mobile, segundo dados da agência Bloomberg.

Em fevereiro, a companhia passou por uma interrupção generalizada de serviços, que levou horas para ser resolvida e acabou levando à abertura de uma investigação pelo governo federal americano.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.