Oficinas para estudantes e adultos iniciam fase educativa do Festival Zabumbada

É nesse clima de muita alegria que o Festival Zabumbada, projeto da Temporana Produções Culturais, patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à , inicia sua etapa educativa com a oferta de oficinas de dança e música para crianças, jovens e adultos.

Esse ano, a Caravana Zabumbada, como é conhecida a etapa educativa do festival, oferecerá diversas oportunidades para troca de saberes sobre cultura popular do Maranhão, tanto nas escolas como em espaços de arte e lazer, como o Centro Cultural Vale Maranhão, localizado no Centro Histórico de São Luís, e o Parque Botânico da Vale, que fica na região Itaqui-Bacanga.

Foto: Divulgação

“Estamos comemorando três anos de festival e a cada ano buscamos ampliar o repertório de atividades para que mais pessoas sejam contempladas e possam vivenciar de perto a riqueza da nossa cultura. A Caravana Zabumbada é um convite para que as pessoas conheçam, valorizem e reverenciam a cultura popular e os saberes ancestrais de quem a constrói.”, afirmou a diretora do projeto, Carol Marques.

No próximo sábado (1º), será realizada a oficina de cacuriá, ministrada por Imira Brito, dançarina do Cacuriá de Dona Teté, que vai ensinar os movimentos dessa dança cheia de irreverência e muito rebolado. A oficina será realizada das 10h às 12h, no Centro Cultural Vale Maranhão, localizado na Av. Henrique Leal (Rua Direita), 149, Praia Grande. As inscrições poderão ser feitas no local.

No próximo sábado (1º), será realizada a oficina de cacuriá, ministrada por Imira Brito, dançarina do Cacuriá de Dona Teté (Foto: Divulgação)

Nos dias 4 e 5, as oficinas serão voltadas a estudantes da rede pública de ensino com a participação de brincantes do bumba-meu-boi. No dia 4 de junho, na UEB Senador Miguel Lins, do bairro Alemanha, serão realizadas as oficinas de miolo, pandeirão, índios e índias, tanto pela manhã, a partir das 10h, como à tarde, a partir das 14h. No dia 05, será a vez da UEB Alberico Silva (CIEP), também na Alemanha, com as oficinas de miolo, zabumba, caboclo de fita e caboclo de pena, nos dois turnos.

Já no Parque Botânico da Vale, no dia 4 de junho, os estudantes da UEB Carlos Saad (Mauro Fecury) participarão das oficinas de caboclo de fita e pena, a partir das 10h com alunos do ensino fundamental; às 14h, a oficina será com os alunos do Iema Gonçalves Dias, do Bairro de Fátima. No dia 5, será com os estudantes da UEB José Aquiles Lisboa, que participarão da oficina de índios e índias, também pela manhã, às 10h. À tarde, a partir das 14h, será com os alunos do Iema São Francisco.

As oficinas da Caravana irão alcançar mais de 800 pessoas, em especial estudantes, entre crianças e jovens. Após esta etapa, os participantes contemplados pelas oficinas culturais e suas famílias são os convidados especiais para o Festival Zabumbada que acontece nos dias 12 e 13 de julho, na Praça das Mercês, para um encontro especial com a rica cultura do Maranhão.

Em julho, além dos shows com grupos da cultura popular maranhense e artistas nacionais convidados, também será realizado o workshop de Produção Técnica e Direção de Palco para profissionais do setor de eventos, direção e produção cultural. Acompanhe o perfil @festivalzabumbada para ficar por dentro da programação.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.