Menu

Cotidiano & Variedades

Nem hétero, gay, ou bi: o que é e quais são os famosos que se definem como pansexuais

A sigla que representa a diversidade sexual e de gênero cresceu nos últimos anos para abrigar mais formas de se identificar e de se relacionar. Incluída recentemente em muitas falas, a letra “P” representa a orientação sexual de muitas pessoas, incluindo famosas que se definem como panssexuais.

Entre as personalidades que se definem como panssexuais estão os atores Reynaldo Gianecchini e Rainer Cadete, as cantoras Preta Gil e Miley Cyrus, bem como a empresária e influenciadora digital Bianca Andrade, entre outros.

A pansexualidade compreende os indivíduos que se sentem atraídos por pessoas independentemente de sua identidade de gênero, diferente de orientações como a heterossexualidade e a homossexualidade em que o gênero é fator determinante para a atração.

A panssexualidade tem mais similaridades com a bissexualidade, mas há diferenças. Pessoas bissexuais são aquelas que se atraem por homens ou mulheres, levando em conta a ideia de gênero. Já a panssexualidade olha para um espectro mais amplo e contempla pessoas atraídas por outras pessoas independentemente de gênero.

 

Renato Russo

Foto Reprodução

Líder do Legião Urbana, Renato Russo (1960 – 1996) sempre foi um precursor e uma pessoa à frente de seu tempo, e abordou a pansexualidade em entrevista à Folha de S.Paulo na década de 1980, quando esse assunto ainda era um tabu longe de ser quebrado na sociedade.

“Faço parte de uma minoria, que não é tão minoria assim, ainda mais neste país. Me considero pansexual”, afirmou Renato.

Reynaldo Gianecchini

Reynaldo Gianecchini

Um dos principais galãs da TV brasileira nos anos 2000, Reynaldo Gianecchini sempre foi alvo de rumores em relação à sua orientação sexual, que não raro o associavam à homossexualidade. Por muito tempo, o artista se negou a falar abertamente sobre o assunto, até que em 2020 ele abordou o tema, negou ser gay, mas declarou ser pansexual.

Em entrevista à EFE, Gianecchini relatou se considerar “tudo ao mesmo tempo” e que, se for para existir um termo que o defina, esse seria a pansexualidade, “porque pan é tudo”.

“Dizem que sou gay, mas não me considero assim. Eu me considero tudo ao mesmo tempo. Se existir uma palavra para mim, então é ‘pan’ [pansexual], porque ‘pan’ é tudo’. Eu não me encaixo em nenhuma definição. Acredito na liberdade de ser o que cada um quiser ser. Todo mundo tem muitos lados dentro de si mesmo e a sexualidade reflete muito isso”, declarou.

Rainer Cadete

Rainer Cadete

Famoso por ter estrelado produções de sucesso nas telinhas da Globo, a exemplo de “Verdades Secretas”, Rainer Cadete admitiu ser atração sexual romântica ou sexual por indivíduos e não necessariamente por gêneros.

“Sim, dá para dizer que eu sou pan, sim. Vale lembrar que eu acredito que a sexualidade é algo muito pessoal. Muitas vezes a gente fica com uma ansiedade com relação à sexualidade do outro. Eu vivi isso na minha pele. Você é uma criança um pouco mais sensível e as pessoas todas dizem que você é gay. Às vezes, você nem teve uma experiência ainda”, afirmou o ator ao canal do YouTube “Põe na Roda”.

Miley Cyrus

Miley Cyrus

Miley Cyrus, ex-estrela da Disney e um dos grandes nomes da música pop norte-americana, também se define como pansexual. À Vanity Fair, a artista disse que é defensora do direito das pessoas se apaixonarem não pelo gênero, pois isso é “irrelevante para os relacionamentos”.

“O que eu prego é que as pessoas se apaixonam por pessoas, não por gênero, não por aparência, não por qualquer coisa. O que eu amo existe em um nível espiritual. Não tem nada a ver com sexualidade. Relacionamentos e parcerias não têm muita relação com sexualidade ou gênero. Sexo é uma pequena parte, gênero é outra pequena parte, quase que irrelevante para os relacionamentos”, ponderou.

Preta Gil

Preta Gil

Durante uma live nas redes sociais com Carla Akotirene, Preta Gil admitiu ser pansexual e que se relaciona por pessoas, independentemente do gênero.

Segundo contou, ela começou a vida amorosa com uma mulher, porém, com o passar do tempo, namorou mais homens e, talvez por isso, muitos pensem que ela é heterossexual, o que a famosa diz não ser.

“Eu só comecei a cantar e ir para frente das câmeras depois dos 28 anos, e, antes disso, eu me relacionava com mulheres, inclusive, iniciei minha vida amorosa e sexual com uma pessoa do sexo feminino. Depois, passei a ter mais namorados homens. Talvez seja por isso que as pessoas tenham uma imagem heterossexual sobre mim. Mas acho que sou pansexual”, contou.

Bianca Andrade

A blogueira, empresária e influenciadora digital Bianca Andrade, mais conhecida como Boca Rosa, é abertamente pansexual. Em junho de 2021, em entrevista a Universa, a famosa relatou seu processo de descoberta.

“Nem eu sabia o que eu era. Quando eu fui responder uma entrevista, perguntaram ‘Você é bi, como descobriu?’ E comecei a lembrar como eu descobri. E aí pensei: ‘pera’, não é pelo gênero, não é por ser homem ou mulher, é pela pessoa. Quando fui estudar um pouco sobre isso, vi que panssexual é o que me caracterizava mais”, contou.

Brendon Urie

Brendon Urie

Vocalista da banda de rock Panic! At The Disco, o cantor Brendon Urie disse em um bate-papo com a Paper que não se limita ao gênero.

“Sim, acredito que poderia me ‘classificar’ como pansexual. Não me importo. Se uma pessoa é ótima, então uma pessoa é ótima. Eu apenas gosto de pessoas boas, ainda mais se meu coração estiver no lugar certo. São apenas pessoas pelas quais me sinto atraído”, declarou.

Sia

A cantora australiana Sia é discreta em relação a sua intimidade, mas admitiu que se considera “flexível” nesse tema. À revista The Advocate, a artista pontuou que, “mesmo antes de ser famosa, eu sempre tive relacionamentos com homens, mulheres e tudo que existe no meio disso”.

“Eu não me importo com o gênero de alguém, só com quem esse alguém é”, acrescentou.

Janelle Monáe

A cantora norte-americana Janelle Monáe endossa a lista de celebridades pansexuais. Em 2018, ela contou à Rolling Stone que é uma mulher que já se relacionou com ambos os gêneros e que se considera “uma mulher livre”, que está “aberta para aprender mais sobre quem eu sou”.

“Eu achava que era bissexual, então li sobre a pansexualidade e pensei: ‘me identifico mais com essas coisas'”, confessou.

Amandla Stenberg

Em entrevista à Teen Vogue, em 2016, a atriz Amandla Stenberg disse que, embora se identifique como pan, às vezes opta por se dizer bissexual, porque “algumas pessoas ainda” desconhecem a pansexualidade.

“Eu me identifico publicamente como bissexual. Eu também usaria a palavra pansexual para descrever minha sexualidade. Às vezes prefiro usar a palavra bissexual só porque sinto que algumas pessoas ainda não conhecem esse vocabulário… É mais fácil dizer que sou bi “, contou.

Tiago Minervino – Colaboração para Splash, em Maceió

Saiba mais

Comentários