Marina ignorou ordem de Lula sobre petróleo na foz do Amazonas

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, ignorou uma ordem do presidente Lula em relação ao pedido da Petrobras para perfurar a foz do Rio Amazonas em busca de petróleo.

Segundo três fontes do governo, Lula havia pedido para Marina não mexer com o assunto enquanto ele estivesse em viagem ao Japão para participar da cúpula do G-7, na semana passada.

A ministra, porém, ignorou a orientação. Na noite do dia 17 de maio, o Ibama, que é subordinado a Marina, anunciou ter negado a licença para a Petrobras perfurar a foz do Amazonas.

No momento da divulgação do documento pelo Ibama, Lula estava em voo para o Japão. O presidente tinha decolado rumo ao país asiático no início da manhã de 17 de maio.

Incomodado, Lula se manifestou sobre o assunto no Japão. Em entrevista à imprensa, o petista disse achar “difícil” que uma eventual perfuração na bacia da região possa causar problemas ambientais à .

Incômodo na Casa Civil

O anúncio também incomodou a Casa Civil. Integrantes da pasta haviam se reunido com o Ibama para pedir um quadro geral da situação. O instituto, porém, publicou a decisão antes de enviar as informações à Casa Civil.

Procurada, a assessoria de imprensa de Marina afirmou que Lula ”nunca procurou a ministra” para tratar do pedido de licença da Petrobras. A coluna, porém, sustenta a informação, baseada em fontes do alto escalão do governo.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.