Marcelo D2 lança vídeo-mixtape “Marcelo D2 e um Punhado de Bamba ao vivo no Cacique de Ramos”

Marcelo D2 revela o seu “novo samba tradicional”, no qual elementos clássicos do samba, como cavaquinho, coro, percussão e metais, com a companhia e profundidade dos graves eletrônicos do rap.

Nos últimos anos, Marcelo D2 tem direcionado seu olhar à busca pelos elos entre o ancestral e o contemporâneo, refletindo em sua obra os hábitos, costumes populares e vínculos afetivos que deságuam em uma produção artística potente e inovadora. Tradição e vanguarda dão as mãos em sua música de maneira singular, resultando em uma sonoridade única. Agora, rap e samba se encontram, mas no terreiro do samba. O início de um novo ciclo, fruto destas vivências, pesquisas e intensa verve criativa do artista é materializado com o lançamento da vídeo-mixtape “Marcelo D2 e um Punhado de Bamba ao vivo no Cacique de Ramos” no dia 25 de maio, exclusivamente no canal do artista no YouTube.

“Não me sinto tão empolgado desde ‘A Procura da Batida Perfeita'. Levar a minha música pela primeira vez no Cacique de Ramos foi a realização de um sonho. Sem o Cacique e tudo que surgiu e ganhou o mundo a partir dali, não seria o artista que sou hoje”, afirma Marcelo D2, mostrando que sua procura continua, agora com uma nova camada e textura nunca antes experimentadas pelo público.

lustração: IlustraBlack – Artwork: Moving

A mixtape apresenta o registro audiovisual histórico do show realizado por Marcelo D2 e um Punhado de Bambas no Cacique de Ramos, no dia 24 de março de 2023. Esta foi a primeira vez que o artista se apresentou no local, que é o terreiro sagrado do samba e da popular do Rio de Janeiro e de todo o Brasil.

O show marcou também a estreia do espetáculo “Marcelo D2 e um Punhado de Bamba” na Zona Norte do Rio de Janeiro, berço da cultura popular que tanto impacta a obra do artista. A mixtape ganha ares de esquenta para o lançamento do próximo álbum de D2, “Iboru”, previsto para 14 de junho, e que terá versão em filme lançado em 28 de junho.

O projeto começou a ser apresentado com o lançamento do single “Povo de Fé”. Caracterizado como “afro-samba digital”, a canção inaugural é uma composição assinada pelo rapper carioca em parceria com o historiador e compositor Luiz Antonio Simas.

Em “Marcelo D2 e um Punhado de Bamba ao vivo no Cacique de Ramos”, o público é brindado com um registro vivo desta nova fase de Marcelo D2, marcando um momento de reinvenção e busca constante por novas sonoridades. Tanto a mixtape quanto o álbum “Iboru” apresentam uma nova camada na obra de um multiartista, que vai da música ao cinema, passando pela moda, literatura e artes plásticas.

Com o espetáculo “Marcelo D2 e um Punhado de Bamba ao vivo no Cacique de Ramos”, o artista convida antigos fãs e recém-chegados a adentrar seu multiverso sonoro, que leva o rap para ao terreiro do samba em uma jornada repleta de referências estéticas da cultura urbana.

Assim, Marcelo D2 revela o seu “novo samba tradicional”, no qual elementos clássicos do samba, como cavaquinho, coro, percussão e metais, ganham a companhia e profundidade dos graves eletrônicos do rap.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.