L&PM investe em plataforma digital de microaprendizagem de literatura

Clássicos da literatura sob medida para professores e alunos

Imagem: Domínio Público

Machado de Assis aos 57 anos: coletânea de 1896 está entre os clássicos da coleção

Imagem: Domínio Público

Várias histórias, de Machado de Assis (272 p., 2003) é um dos clássicos da literatura relançados no formato pocket pela LP&M na Classe, coleção que integra uma plataforma de microaprendizagem que propõe uma abordagem de ensino com conteúdos sucintos, objetivos e direcionados para educadores, estudantes e familiares.

A coleção e a plataforma são voltada para as leituras obrigatórias do vestibular, para subsidiar professores do ensino médio no planejamento das aulas sobre literatura e também os demais conteúdos do novo currículo do ensino médio.

O livro de Machado vem com notas, biografia do autor e uma cronologia assinados pelo professor de literatura Luís Augusto Fischer. “Se Machado de Assis (1839-1908) houvesse publicado apenas este volume, ainda assim seu nome deveria figurar entre os grandes escritores brasileiros de todos os tempos e entre os maiores contistas de seu tempo, em todo o Ocidente”, lembra Fischer.

Capa: Reprodução

Capa: Reprodução

A obra inclui um texto sobre Machado contista, um panorama da vida no Rio de Janeiro do final do século 19, um mapa de ruas cariocas, análise interpretativa para cada um dos contos e ainda algumas das histórias curtas mais lidas e apreciadas do autor, como A cartomante, A causa secreta, Um homem célebre e Conto de escola.

Entre as obras disponíveis estão ainda A metamorfose, de Franz Kafka, Lisístrata: A greve do sexo, de Aristófanes, Contos gauchescos e lendas do sul, de Simões Lopes Neto. Todas as obras são comentadas.

Produzido de “professor para professor”, esse conteúdo sobre os livros – que permite ao estudante ter um aprofundamento da obra a partir de sua contextualização – apoia o trabalho em sala de aula ao mesmo tempo que aproxima estudantes e familiares de leituras que, por falta de conhecimento, são rejeitadas por difíceis ou enfadonhas, informa a editora.

A plataforma também adota uma linguagem mais identificada com a rotina dos jovens e se utiliza de recursos como vídeos, imagens, links, cards multimídia e linguagem das redes.

Acesse a plataforma.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.