Líderes da América Latina lamentam a morte de ex-presidente chileno Sebastián Piñera

Na tarde desta terça-feira, 6, diversos líderes latino-americanos lamentaram a morte do ex-presidente do Chile, Sebastián Piñera, ocorrida hoje após a queda do helicóptero que estava sendo pilotado pelo político no Lago Ranco, na região de Los Ríos.

Nas suas redes sociais, o ex-presidente colombiano Iván Duque transmitiu uma mensagem de solidariedade a toda a família de Piñera, afirmando sentir “a maior dor pela morte do meu grande amigo e companheiro Sebastián Piñera. Um líder único, um ser humano íntegro e um amigo como poucos, que sempre apoiou a Colômbia”.

O também ex-presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, lamentou o falecimento do líder chileno. “O presidente Piñera foi um grande amigo da Colômbia e pessoalmente tive uma amizade com ele, que valorizo muito, desde 2004″, disse Uribe na sua conta na rede social X, anteriormente Twitter.

Felipe Calderón, que foi presidente do México entre 2006 e 2012, disse sentir profundamente “a notícia da morte do meu amigo Sebastián Piñera”.

“Sua família perde um esposo e pai exemplar. O Chile perde um de seus melhores presidentes. A democracia perde um combatente. A América Latina perde um grande líder e economista incomparável. Envio um abraço à sua família e aos chilenos”, afirmou Calderón na rede social X.

Luis Almaro, secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA) e outra importante figura da latino-americana associada a Sebastián Piñera, também manifestou seus pêsames à família do ex-presidente do Chile.

O ex-presidente argentino Mauricio Macri declarou: “Tristeza imensa pela morte do meu querido amigo Sebastián Piñera. Uma pessoa boa, comprometida como ninguém com o Chile e com os valores da liberdade e democracia na América Latina… Realmente é uma perda total, insubstituível. Hoje me despeço de um amigo e líder notável. Todo o meu carinho para sua família”.

De acordo com a mídia chilena, ao todo, quatro pessoas estavam na aeronave. Equipes de resgate foram acionadas e já estão no local.

Duas vezes presidente do Chile, Piñera foi a principal figura política da direita no país desde o fim da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Primeiro presidente fora do espectro da centro-esquerda a ser eleito presidente em duas décadas, quando venceu em 2010, Piñera se tornou o único político entre conservadores e liberais a alcançar à Presidência em duas oportunidades, ao vencer as eleições de 2018, em uma trajetória política marcada tanto por momentos de crescimento econômico quanto por polêmicas — principalmente envolvendo confusões entre a gestão de seu patrimônio privado e sua vida pública.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.