Julgamento de Young Thug: Justiça responde se Gunna será ou não testemunha

Gunna foi listado como uma potencial testemunha no julgamento do rapper Young Thug.

O julgamento do rapper Young Thug tem sido confuso ultimamente e a expectativa é que o trabalho da Justiça poderá se estender até 2027, deixando o renomado artista preso por mais três anos. Até o momento, houve pouco progresso no caso.

Enquanto isso, os fãs estão curiosos para saber onde Gunna se encaixa em tudo isso. O rapper foi preso junto com Young Thug, em maio de 2022. E, após ficar na prisão por um tempo, foi libertado – o que levou a acusações de ser um delator.

CAPA Gunna e Young Thug
Foto: Johnny Nunez

Vários artistas do rap norteamericano cortararam relações com Gunna e, desde então, ele vem reconstruindo sua carreira. Na última terça-feira (8), no entanto, as acusações de delator foram aparentemente encerradas. Isso porque o estado confirmou que ele não será testemunha no caso.

Há uma lista extremamente longa de testemunhas que ainda precisam ser chamadas a depor e nenhuma delas será Gunna. O rapper, inclusive, tem mandado diversas mensagem de apoio e carinho a Young Thug, mostrando sua lealdade ao seu mentor na música.

A atualização mais recentemente no julgamento do Young Thug envolve um investigador do gabinete do promotor público Fani Willis, que se viu na mira da Justiça depois de assediar sexualmente uma testemunha por mensagem de texto.

Em gravação reproduzida para o júri na segunda-feira (8), foi revelado que o investigador Rasheed Hamilton começou a enviar mensagens pessoais a uma testemunha identificada apenas como A. Bennett. A testemunha alega que o policial tentou “namora-la”.

Os advogados de Young Thug foram alertados sobre as mensagens de texto, e Keith Adams – um membro da equipe jurídica do rapper – dirigiu-se diretamente à testemunha em seu depoimento.

“E estamos em 7 de fevereiro de 2024, este ano, quando o investigador do gabinete do promotor deveria estar conversando com você sobre um caso, mas na verdade, está ligando para você falando sobre um encontro. Isso é verdade?”, perguntou. “Sim”, respondeu Bennett.

Os promotores, no entanto, argumentaram que as mensagens de texto de Hamilton para Bennett eram pouco mais do que “sutilezas” que estenderam a todas as testemunhas durante o julgamento.

Veja mais informações abaixo no Instagram:

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.