Janeiro Lilás traz Ciclo Visibilidade Trans para a Cinemateca Paulo Amorim

Visibilidade trans é destaque na Cinemateca Paulo Amorim em alusão do Janeiro Lilás

Foto: Divulgação

Possa Poder (2022) ganhou os prêmios de melhor atriz e melhor ator na mostra gaúcha do Festival de Gramado 2022

Foto: Divulgação

Com objetivo de abordar as necessidades e vivências da população trans, a Cinemateca Paulo Amorim, apresenta o Ciclo Visibilidade Trans a partir desta terça-feira, 24 de janeiro.

Na ocasião, serão exibidos três produções gaúchas que trazem artistas trans no elenco e na produção. Após todas as apresentações ocorrerá um bate-papo com a equipe técnica e convidados. A entrada é franca.

O evento, promovido pela Secretaria de Estado da (Sedac/RS), faz parte da programação do Janeiro Lilás – Mês da Visibilidade Trans.

Sobreviver

O mês foi escolhido para reforçar a luta e as necessidades da população trans no país.

Hoje, no Brasil, de acordo com o relatório do Grupo Gay Bahia (GGB), essa comunidade está em estado de grande vulnerabilidade por conta da violência sofrida.

Enquanto a expectativa de vida da população geral é de 74,9 anos, a de travestis e transexuais femininas é de 35 anos.

Proporcionalmente, a população trans tem 19% a mais de chance de sofrer um crime letal do que homossexuais.

Em 2022, 110 pessoas trans foram mortas, 83% das vítimas tinham entre 15 e 39 anos.

O GGB monitora dados de violência contra a população LGBTQIA+ há mais de 40 anos.

Serviço

POSSA PODER (19 min). Direção de Victor di Marco e Márcio Picoli, com Victor di Marco, Jéssica Teixeira e Valéria Barcellos.
Sinopse: Em uma noite, Lucas, Luiza e Bia relembram as dores e as delícias de serem quem são. Prêmio de melhor atriz e de melhor ator na mostra gaúcha do Festival de Gramado 2022.
Quando: Terça-feira, 24 de janeiro, às 19h30min
Onde: Cinemateca Paulo Amorim – Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico, Porto Alegre

JARDIM DAS HORAS (20 min). Direção de Matheus Piccoli, com Sophia e Paulo Flores.
Sinopse: Durante uma visita à casa onde cresceu, Teresa enfrenta a distância entre quem ela é e tudo aquilo o que o seu senil pai ainda lembra.
Quando: Quarta-feira, 25 de janeiro, às 19h30min
Onde: Cinemateca Paulo Amorim – Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico, Porto Alegre

ABEBÉ (20min), videoperformance de Fayola Fereira.
Sinopse: O projeto sobre os processos de construção identitária, cura e autoamor, por meio do arquétipo do orixá Oxum. A exibição é apresentada em parceria com o MACRS, MARGS e Casa de Cultura Mario Quintana.
Quando: Quinta-feira, 26 de janeiro, às 19h30min
Onde: Cinemateca Paulo Amorim – Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico, Porto Alegre

 

Com informações do Estado de Minas

Douglas Glier Schütz é estagiário de jornalismo

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.