Isso aqui não funciona (Por Miguel Esteves Cardoso)

Já perdi a conta ao número de vezes em que o tempo me deu razão. Não por ideias originais que eu tenha tido, mas por observações banais acerca do comportamento dos seres humanos que vivem em países mais avançados do que o nosso.

O café que se bebia aqui não prestava? Sugeria que se fizesse como se faz, sei lá, na Dinamarca ou na Alemanha ou no Japão, onde se usam cafés de boa qualidade, recém-torrados, para deles extrair a melhor bebida possível.

A reacção imediata é sempre: “Ah, isso aqui não pega! O pessoal aqui não liga nada a essas merdas, pede a bica, bebe-a de um trago e põe-se a andar dali para fora.”

Digo café, mas podia dizer livros ou discos ou outras obras de arte. Tanto faz. Mal se fala de uma coisa que seja excitante, ou inovadora, ou difícil, ou diferente, ou minoritária, ou polémica, ou elitista, ou divertida, ou provocadora, os guarda-portões que controlam a entrada de criaturas novas no nosso curral de ovelhinhas apascentadas gesticulam logo: “Sim, sim, isso é muito bonito, para mim e para ti, que somos entendidos e gostamos do que é bom e bonito, mas, sabes, o pessoal lanígero é muito conservador, pela-se por ervas daninhas e calor, mastigadas à chuva, dia e noite sem parar — e qualquer coisa que fuja disso, ó pá, fogem espaventadas, e depois não há queijinhos para ninguém.”

O que irrita é o tom conspirativo. Os guarda-portões não deixam entrar nada, mas têm simultaneamente a ganância de se fazer passar por grandes estetas, sempre em bicos de pés sobre o gume da vanguarda mais dilacerante.

Como “isso aqui não funciona”, continuam a dar os mesmos bolos aos tolos e, ao ver os tolos, coitados, a matar a fome com o que lhes dão, comentam: “Eu não disse?”

Mas os ditos tolos, mal lhes dão uma de provar uma coisa um bocadinho melhor, aproveitam e já não querem outra coisa.

E essa coisa passa a ser a nova ração, porque são os guarda-portões que são tolos e preguiçosos, e odeiam as novidades.

(Transcrito do PÚBLICO)

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.