Palmeiras bate São Paulo e vai à final; torcedor invade campo com faca

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Nove anos depois, o Palmeiras está de volta à final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O time alviverde confirmou a classificação ao derrotar o São Paulo pelo placar de 1 a 0, na noite deste sábado (22/1), na Arena Barueri, em jogo que contou com a tecnologia do VAR e teve apenas torcedores da equipe tricolor.

A vitória do Palmeiras, infelizmente, acabou ficando em segundo plano por conta indecente da torcida. Alguns torcedores do São Paulo invadiram o gramado nos minutos finais da partida e foram em direção do jogadores do Palmeiras. Atletas do tricolor seguraram os torcedores e impediram um incidente ainda pior, uma vez que uma faca foi retirada do campo.

Ainda em busca do título inédito, o Palmeiras não chegava à final desde 2003, quando ficou com o vice-campeonato. Na ocasião, perdeu para o Santo André. Já o São Paulo perdeu a oportunidade de brigar pela quinta conquista.

O time tricolor, inclusive, estava com 100% de aproveitamento. Mas acabou sendo surpreendido pelo Palmeiras no reencontro do time alviverde com o craque Alex, que completou seu 50º jogo no comando do São Paulo. Foram 31 vitórias, dez empates e nove derrotas.

Relacionadas

Na final, o Palmeiras enfrentará o Santos, que venceu o América Mineiro por 3 a 0, na última sexta-feira. O duelo acontecerá no dia 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo. Horário e local ainda serão definidos pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

Palmeiras bate São Paulo e vai à final; torcedor invade campo com faca

O Palmeiras divulgou a escalação com uma surpresa. Jovem estrela de apenas 15 anos, Endrick ficou no banco de reservas. O técnico Paulo Victor optou por um quarteto ofensivo formado por Jhonatan, Vitinho, Giovani e Gabriel Silva. Mas a tática teve resultado imediato.

O time alviverde pressionou a saída de bola do São Paulo e viu Giovani roubar a bola de Pablo. O atacante invadiu a área e chutou certeiro para abrir o marcador. Antes, o Palmeiras assustou ao criar duas boas oportunidades de gol.

Após sair na frente, o Palmeiras assumiu o controle do jogo, mas optou por administrar a vantagem. O São Paulo chegou a assustar uma ou outra vez, mas não mostrou a mesma maturidade da equipe alviverde, que quase fez o segundo com Gabriel Silva. Young defendeu.

A melhor chance do São Paulo foi com Vitinho. Ele recebeu de Caio, nas costas da defesa do Palmeiras e mandou na trave. No entanto, o time tricolor não conseguiu vazar o goleiro Mateus e acabou indo para o intervalo atrás do placar.

No segundo tempo, a situação se inverteu. O São Paulo teve a posse de bola e empurrou o Palmeiras para a defesa. Sem saída, o Paulo Victor colocou Endrick no jogo. No entanto, foi o time tricolor que continuou melhor e seguiu sufocando o adversário.

O São Paulo ficou perto de empatar em uma tentativa de Talles, que ficou na trave. Após o susto, torcedores do time tricolor invadiram o campo na tentativa de agredir os palmeirenses com um punhal. Sob protesto da equipe alviverde, o jogo continuou, mas o goleiro Mateus assegurou a classificação à final da Copinha.

 

Veja também

Produtos