Mulheres em situação de rua recebem dia de atendimento em São Luís

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Mulheres em situação de rua recebem dia de atendimento em São Luís – Jornal Pequeno
Pacientes foram reguladas e encaminhadas em parceria com o município de São Luís (Foto: Divulgação)

Mulheres em situação de rua foram atendidas nessa terça-feira (26), no Hospital Universitário da Ufma (HU-Ufma), em uma iniciativa da Unidade de Saúde da Mulher do HU-Ufma, vinculado a Ebserh, que contou também com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde. A ação promoveu um dia de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama, e para isso foi preparada uma programação especial, que incluiu consultas ginecológicas, exames de mamografia, palestras educativas, momento de beleza, distribuição de kits de higiene pessoal e lanches.

“Este ano resolvemos fazer uma ação um pouco diferente, direcionamos a campanha para a população com mais de 40 anos em situação de rua de São Luís. Fizemos uma parceria com a Semus que identificaram as pacientes, fizeram um agendamento prévio via Cemarc para o atendimento em mastologia com exames das mamas, coleta de preventivo e realização de mamografia. Além de muitas ações pensadas com carinho para elas. Foi programado para 48 mulheres, entretanto apenas 11 compareceram” explicou a mastologista e chefe da Unidade de Saúde da Mulher do HU-Ufma, Danielle Orlandi Gomes.

Ela destacou a importância da ação, principalmente pelo público para qual ela foi destinada. “Toda mulher precisa se cuidar, toda mulher tem que conhecer suas mamas, procurar serviços de saúde quando necessários. E essas são mulheres que tem muita dificuldade de acesso. E o acesso ao serviço de saúde é a nossa principal arma do diagnóstico precoce do câncer de mama e dessa forma conseguir reduzir a mortalidade.”

Thaís Pereira, que no momento se encontra em situação de rua, falou de forma corajosa o que a leva para essa vida. “Moro há vinte anos na rua, indo e voltando, já me casei, já saí da rua, voltei de novo. Infelizmente, o que me leva de volta para a rua são as drogas. Mas creio que eu serei liberta”.

Ela agradeceu pela ação que teve como foco oferecer um dia de cuidados da saúde e de beleza para elas. “Tive um ótimo atendimento, me trataram super bem. Fiquei com muito orgulho, porque sabemos que existe muito preconceito contra a população em situação de rua. O que vocês estão fazendo pela gente é uma coisa única. Fomos muito acolhidas”.

Ananda Garcez, enfermeira e coordenadora de Atenção à Mulher, Criança e Adolescente da Secretaria Municipal de Saúde de São Luís, enfatizou a importância da parceria para a concretização do atendimento. “Nós temos duas equipes do consultório na Rua, habilitadas pelo Ministério da Saúde e temos parceria com o Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua), da Secretaria de Assistência Social- Semcas, onde fizemos a captação dessas mulheres, de 40 a 69 anos, para trazê-las e organizamos o transporte para elas participarem. São mulheres que precisam de um olhar diferenciado, um olhar sensível e garantir um acesso a essa população é fundamental. É muito bom ter parceiros como o hospital porque entendemos que o cuidado perpassa por todos os níveis de atenção”.

A ação conta também com o apoio da Liga Acadêmica para Assistência Materno-Fetal (Amafeto), da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), e da Sociedade Brasileira de Mastologia Regional Maranhão (SBM-MA).

Fonte: jornalpequeno.com.br

Publicidade

SAIBA MAIS