Greve dos rodoviários deixa São Luís sem ônibus

Após horas de reunião entre a Superintendência Regional do Trabalho, com representantes da patronal e seus respectivos jurídicos, acompanhados pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do e o jurídico da entidade, a greve ficou mantida para as primeiras horas desta terça-feira (6).

De acordo com informações de dirigentes do Sindicato dos Rodoviários, a manifestação iniciou às 00h desta terça. A paralisação é por tempo indeterminado. Com a greve, o transporte público da Grande Ilha de São Luís ficará totalmente comprometido.

Segundo informações dos rodoviários, o SET ofereceu uma contraproposta com redução do valor do ticket alimentação, além de não assegurar a manutenção do plano de saúde. Outra contraproposta que não foi aceita pela categoria foi o percentual de reajuste nos salários, pois ainda não foi garantido um aumento real.

Última greve da categoria

A última greve dos rodoviários na Grande Ilha de São Luís aconteceu há quase um ano, pois em abril de 2023, a categoria cruzou os braços por cinco dias. Na ocasião, o Sindicato dos Rodoviários cobrava o pagamento dos salários em atraso e a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho, feita no início de 2023, que garantia um reajuste salarial de 7%.

Os empresários alegavam que o atraso no pagamento dos salários dos rodoviários ocorreu por suspensão nos repasses de subsídios da Prefeitura, que, por sua vez, argumentou que o SET não estava cumprindo o acordo de melhorar o transporte público e não poderia repassar subsídios nessa situação.

Quer receber as notícias da sua cidade, do Maranhão, Brasil e Mundo na palma da sua mão? Clique AQUI para acessar o Grupo de Notícias do O Imparcial e fique por dentro de tudo!

Siga nossas redes, comente e compartilhe nossos conteúdos:

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.