Governo adianta ações para produtores afetados pelas mudanças do clima

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou, nesta quinta-feira (28/3), a proposta do Ministério da Agricultura e Pecuária para reajuste de dívidas dos produtores rurais afetados pelas mudanças climáticas na safra atual.

Segundo a pasta, eles poderão adiar ou parcelar débitos relativos aos contratos os produtores de soja e milho e da pecuária leiteira e de corte das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte.

“Está é a primeira vez na história que um governo se antecipa e anuncia as medidas antes mesmo do término da safra”, destacou o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro.

A informação foi compartilhada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas redes sociais. O petista enfatizou ainda que o governo vai exportar sementes de várias espécies de hortaliças para a Arábia Saudita.

“Mais boas notícias para o agronegócio e os agricultores brasileiros. O governo federal aprovou proposta para repactuação de dívidas dos produtores rurais mais impactados pelas adversidades climáticas na atual safra. Medidas importantes de auxílio ao campo”, escreveu o perfil de Lula no X.

“Além disso, recebemos a confirmação que vai permitir exportações de sementes de variadas espécies de hortaliças do Brasil para a Arábia Saudita, nosso 24° mercado aberto este ano, e novos mercados de carnes de aves e ovos para El Salvador, totalizando 26 novos mercados em 2024 e 104 desde o início do nosso governo”, completou.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.