Menu

Notícias

Feriadão da Independência terminou com diminuição de feridos nas estradas

Durante a Operação Independência 2022, realizada entre os dias 7 e 11 de setembro de 2022 no Maranhão, a Polícia Rodoviária Federal reforçou o policiamento nas rodovias federais do estado para garantir a segurança viária.

Apesar dos esforços, foram registrados 22 acidentes nas BRs maranhenses que culminaram em 5 pessoas feridas e 2 mortes.

O resultado do balanço da operação foi divulgado ontem pela Polícia Rodoviária Federal e representou uma queda nos números.

Durante a Operação Independência 2021, realizada entre os dias 3 e 8 de setembro de 2021 no Maranhão, foram registrados 27 acidentes que resultaram em 41 pessoas feridas e 4 mortes. Um percentual de queda de aproximadamente 50% no número de mortos e feridos.

A Operação deflagrada em 2022 registrou 4 óbitos. Na operação deste ano, foram feitos 1.383 testes de alcoolemia, sendo que 3 pessoas foram detidas pelo crime de embriaguez ao volante.

Cerca de 1.795 veículos foram fiscalizados, além de atuações com condutores ou passageiros sem capacete e/ou cinto de segurança, criança sem cadeirinha, ultrapassagem proibida, excesso de velocidade.

Para prestar auxílio ao usuários nas rodovias federais, durante boa parte dos dias 7 e 11 de setembro, equipes da PRF estiveram na BR-402, entre Bacabeira e Rosário para orientar os motoristas, tirar dúvidas sobre a legislação de trânsito e falar sobre os riscos da imprudência na direção.

Os dois acidentes com óbitos ocorreram no dia 11, último dia da operação. O primeiro foi em Bacabeira, por volta de 21h.

No quilômetro 50, da BR-135, um acidente tipo saída de leito carroçável (quando o veículo sai da pista) vitimou o condutor de um Corolla, de 41 anos, com placas do município de Paço do Lumiar. O passageiro do veículo teve lesões leves.

De acordo com análise da PRF, a possível causa do acidente foi ingestão de álcool pelo condutor.

Na BR-226, km 306, em Barra do Corda, um acidente entre os veículos Fiat Palio e uma moto Yamaha resultou na morte do condutor da motocicleta, que tinha 20 anos. A passageira do automóvel, sofreu lesões graves.

“Com base na análise preliminar do acidente, é possível apontar o acesso irregular na rodovia por parte do veículo 2 (a motocicleta) como causa principal do acidente”, apontou o relatório da PRF.

Fonte: oimparcial.com.br

Saiba mais

Comentários