Com apenas 12 anos de idade, menino abre “escola” no fundo de sua casa

Leonardo Nicanor Quinteros, ou Nico como é carinhosamente chamado pelas pessoas que o conhecem, tinha apenas 8 anos de idade quando começou a ensinar seus primos menores. O gosto pela foi crescendo, e hoje ele ensina 36 alunos em sua própria escola “Patria e Unidad”, localizada no quintal de sua avó

Morador do bairro humilde de Las Piedritas, na cidade de San Juan, Argentina, ele assumiu o compromisso de ajudar as crianças do seu bairro, apos ver algunas de seus colegas com dificuldades no aprendizado, para que elas não repetissem de série. No dia 7 de julho de 2014, pediu permissão à sua avó Ramona para abrir sua pequena escola em um cômodo nos fundos da casa. Ali nascia um projeto grandioso, mesmo vindo de uma pessoa tão jovem.

O local é simples e pequeno, mas serve perfeitamente para o propósito. Três pequenas salas de aula dividas por cortinas feitas com tecidos, cada uma possui um quadro negro e as crianças são dividas por idades próximas. O local é tão bem organizado que possui até uma sirene para avisar o horário do recreio e um kit de primeiros socorros. E se engana quem pensa que somente crianças frequentam a escola: o projeto de Nico beneficia até idosos.

As aulas ocorrem no período da tarde, das 14h às 18h, podendo durar um pouco mais. Porque durante o dia ele se dedica a sua própria educação, afinal ele precisa adquirir o conhecimento a ser repassado para seus alunos. E ao que tudo indica a sua dedicação à doscência poderá virar vocação: já lhe foi oferecido até bolsa de estudos para se formar professor assim que terminar o ensino regular. Um reconhecimento merecido, para alguém que tanto faz para o seu próximo.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.