Baldur’s Gate 3 quase incluiu visita ao inferno

Baldur's Gate 3 quase incluiu visita ao inferno

O desenvolvimento de Baldur's Gate 3, como é comum em muitos jogos, enfrentou algumas mudanças significativas ao longo do processo. Durante a GDC 2024, a Larian Studios, responsável pelo RPG, revelou detalhes interessantes sobre o que poderia ter sido o enredo original do jogo.

De acordo com Swen Vincke, diretor do game e CEO do estúdio, nos primeiros rascunhos do RPG, os jogadores teriam a de redimir um dos vilões, Ketheric Thorm. A ideia era permitir que os jogadores influenciassem as decisões do personagem, potencialmente mudando sua trajetória ao longo da trama e conduzindo-o à redenção no final.

Entretanto, essa possibilidade acabou sendo cortada para garantir a fluidez do Ato 2 de Baldur's Gate 3. Vincke explicou que, na versão original, Thorm se tornaria uma fonte importante de informações sobre outros personagens cruciais na história, como Gortash e Orin, criando até mesmo relações mais complexas com o protagonista.

Além disso, o diretor revelou que o jogo originalmente exploraria mais locais além do inferno, incluindo a cidade de Candlekeep, onde se inicia o primeiro Baldur's Gate, e o plano ocupado pelos Gith. No entanto, essas ideias foram abandonadas para preservar a sensação de exploração do jogo.

Embora a Larian Studios planeje continuar atualizando o jogo, inclusive com suporte a mods, não há planos imediatos para DLCs ou uma sequência. A empresa está comprometida em aprimorar a experiência atual do Baldur's Gate 3, oferecendo aos jogadores um RPG envolvente e repleto de desafios.


source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.