Avaliação positiva de Lula no mercado financeiro cai de 20% para 12%, aponta pesquisa Genial/Quaest

A parcela do mercado financeiro que avalia positivamente o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) caiu oito pontos porcentuais entre julho e setembro, de 20% para 12%, aponta pesquisa Genial/Quaest. A avaliação negativa cresceu 3 pontos porcentuais, de 44% para 47%, e a avaliação regular avançou 5 pontos, de 36% para 41%.

A explicação para o pessimismo dos agentes do mercado com o governo é vista na avaliação da econômica. A proporção que vê a economia na direção errada subiu de 53% para 72%, diferença de 19 pontos percentuais entre julho e setembro. Os que veem a política econômica na direção certa caíram de 47% para 28%.

Para 57%, o principal problema que dificulta a melhora da economia hoje é a falta de uma política fiscal que funcione – em julho, 45% citaram o critério. Outros pontos mencionados foram interesses eleitorais, 19% para 22%, baixa escolaridade e produtividade da população, 21% para 15%, e alta taxa de juros, 11% para 6%.

A pesquisa também mostra que a parcela que julga que o governo está preocupado com o controle da inflação cresceu de 34% em julho para 42% em setembro. No período, os que consideram que o Executivo não está preocupado com o tema caíram de 66% para 58%.

A pesquisa ouviu 87 profissionais de fundos de investimentos sediados em São Paulo e no Rio de Janeiro.

source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.