5 criptomoedas que podem disparar em abril, segundo especialistas

O primeiro trimestre de 2024 chegou ao fim com uma performance de causar inveja no mercado de criptomoedas. Apenas o bitcoin, a maior do setor, registrou uma valorização de mais de 60% no período e superou em três ocasiões seu então recorde histórico de preço. O bom desempenho do ativo também impulsionou diversos projetos, engatando um novo ciclo de alta generalizada.

À EXAME, especialistas apontam que o mês de abril deverá contar com alguns eventos importantes que poderão determinar os rumos do mercado de criptomoedas. Mesmo assim, a avaliação é que há espaço para que o movimento de alta observado nos três primeiros meses de 2024 continue, beneficiando diversos ativos.

Saiba o que esperar!

Bitcoin

Theodoro Fleury, gestor e diretor de investimentos da QR Asset, destaca que o mês de abril será importante para o bitcoin devido à ocorrência do chamado halving. O evento, que ocorre a cada quatro anos, leva a uma redução pela metade na quantidade de unidades do ativo que são liberadas no mercado pelo processo de mineração, na prática reduzindo seu crescimento de oferta.

“Em abril teremos o tão esperado halving, e, com ele, a janela que costuma ser mais favorável para o preço do bitcoin em todos os ciclos até hoje. Pelo fato do bitcoin representar mais da metade de toda a capitalização de mercado em cripto, e de certa forma tirar liquidez de outros criptoativos em momentos de grande valorização, acreditamos que seja a aposta mais segura em ativos digitais para os próximos meses”, opina o executivo.

Ethereum

Já Leonardo Oliveira, gerente administrativo da NovaDAX, opina que o ether também tem um grande potencial de valorização não apenas em abril, mas também nos próximos meses do ano. O motivo é a análise pela Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a SEC, de pedidos para lançamentos de ETFs de preço à vista da criptomoeda.

Oliveira ressalta que a aprovação “pode impactar o valor da moeda. Já existem ETFs de futuros sendo negociados no mercado americano. Com a aprovação desses ETFs [de preço à vista], se espera um aumento na demanda pelo ativo, fazendo com que seu preço dispare”, comenta, ressaltando o potencial de atração de capital institucional.

Solana

Pedro Gutierrez, diretor regional para a América Latina da CoinEx, avalia que a sol, criptomoeda do blockchain Solana, “também é uma opção interessante para observar em abril, pois tem chamado a atenção como uma plataforma de blockchain de alto desempenho que oferece escalabilidade superior e taxas mais baixas em comparação ao Ethereum”.

“Se a Solana continuar a ganhar tração no espaço de tecnologia blockchain e criptomoedas, poderá registrar um crescimento significativo em abril”, pontua o executivo. Nesse sentido, será preciso ficar atento a possíveis falhas na rede e na sua capacidade de continuar processando um alto volume de transações.

“À medida que Solana continua a ganhar atenção no ecossistema cripto e mais projetos e aplicativos são construídos em sua rede, é provável que vejamos um aumento na demanda por sol e um subsequente crescimento em seu preço”, comenta.

Fetch.ai

Oliveira, da NovaDAX, destaca ainda as criptomoedas ligadas a projetos de inteligência artificial. Entre elas, está a FET, da Fetch.ai. No caso desse segmento, um evento importante que pode impactar nos preços dos ativos é o anúncio da fusão de três criptomoedas para a criação de uma nova.

“Uma movimentação recente nesse setor está deixando os detentores dessas criptos com grandes expectativas: uma fusão de tokens no valor de US$ 7,5 bilhões, composta pelos protocolos de inteligência artificial SingularityNet,
Fetch.ai e Ocean Protocol, está agendada para votação pelas comunidades em 2 de abril”, explica. Caso a união seja aprovada, o mercado poderá reagir positivamente, impulsionando os ativos.

Chainlink

Fleury, da QR Asset, avalia que o link, criptomoeda da Chainlink, pode se beneficiar por um momento positivo para os chamados tokens de ativos do real (RWA, na sigla em inglês), que são criados por meio da tokenização e tem chamado cada vez mais atenção no mercado.

Ele ressalta que o link teve “um aumento extraordinário no seu preço nos últimos meses de 2023 e em janeiro de 2024 e em fevereiro e março manteve-se mais calmo. Após essa ligeira retração, o preço do token não parece muito esticado”.

“Com um avanço na narrativa de RWA, a Chainlink é uma forte candidata a aumentar sua participação nesse mercado pela sua rede de oráculos otimizada pela sua última atualização a CCIP, integrando diversas redes de blockchain de forma direta”, diz.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok


source

Outras notícias

Saiba mais

Comentários

.